Lourdes Sarmento lançará seu novo livro de poemas “Sinfonia de Estrelas”

A premiada poeta, contista, cronista, pesquisadora e jornalista, Lourdes Sarmento, lançará virtualmente, no dia 2 de outubro (sexta-feira), o seu novo livro de poemas “Sinfonia de Estrelas” (Edições Novo Horizonte, 80 páginas). A partir desse dia, obra será vendida na Livraria Varejão do Estudante e estará disponível gratuitamente para leitura, em formato ebook, no site: www.edicoesnovohorizonte.com

O livro também faz um registro especial com textos e fotos da festa de cerimônia do “Troféu Rosa de Píndaro” concedido pela União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro (UBE-RJ). Seu nome foi escolhido para receber a honraria pela relevância do conjunto da obra publicada pela escritora de âmbito nacional e internacional. O prêmio foi entregue pela poeta Márcia Barroca, presidente da UBE-RJ, no dia 30 de outubro de 2019, no auditório da Academia Brasileira de Letras.

TROFÉU ROSA DE PÍNDARO – Lourdes Sarmento (centro) ao lado dos escritores Edir Meireles e Márcia Barroca, presidente da UBE/RJ, na festa de cerimônia.

“Receber o Troféu Rosa de Píndaro do Príncipe dos poetas da Grécia, antes de Cristo, é algo emocionante. O momento é de regozijo. Outra parte de mim é reflexão, é o gesto de entrar no âmago do meu ser e tentar compreender a grande responsabilidade que mais uma vez se faz presente no meu itinerário, como operária da palavra e responsável pela harmonia, compreensão e paz entre os meus pares”, ressalta Lourdes ao agradecer a homenagem. Em discurso realizado durante a festa de cerimônia,  o escritor e membro da UBE-RJ, Edir Meireles, destaca a relevante trajetória literária da autora: “Sem dúvida, Lourdes Sarmento é um dos nomes mais respeitados entre os intelectuais do revolucionário Estado de Pernambuco. (…) Merece todas as homenagens e o Troféu Rosa de Píndaro simboliza o reconhecimento da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro. Poeta de Pernambuco, do Brasil e do mundo. Poeta com P maiúsculo, digna de nossa ovação”.

TROFÉU ROSA DE PÍNDARO – Lourdes Sarmento com Luiz Otávio Oliani, Márcia Barroca e Eurídice Hespanhol

“(…) Lourdes Sarmento é exemplo. Delicada. Afável. Generosa. Paciente. Fiel. Humanitária. Poderia ter-se dedicado à faina aristocrática do seu barco: filantropia, chás beneficentes no casarão das Graças, em meio a clássico mobiliário, baixelas e cristais. Caminhando “pela Rua das Pernambucanas/ com o roteiro do sol/ nas mãos”, preferiu a luta. Mexer o caldeirão social. Prudente, quanto à tradição de família, mas intuitiva e inteligente fez reportagens, crônicas de agravo e desagravo, poesia social e lírica”, afirmou o escritor, Cyl Galindo, poeta, jornalista, presidente da Casa de Pernambuco em Brasília e membro da Academia Pernambucana de Letras.
>>  SOBRE LOURDES SARMENTO: nasceu no Recife-PE, é poeta, contista, cronista, pesquisadora e jornalista editada por Vericuetos/ Chemins Scabreux, em Paris. É membro de várias Academias e instituições como a Academia Pernambucana de Letras.  Possui 27 livros publicados  e participação em mais de 130 antologias nacionais e internacionais, tendo trabalhos literários e jornalísticos apresentados em Washington, Miami (USA), Lima (Peru), Lisboa (Portugal) e na cidade do México, Buenos Aires (Argentina). Organizou a antologia Poésie du Brésil, publicada em Paris, 1997. Segundo a professora Anne-Marie Quint, da Sorbonne, foi o primeiro livro sobre poesia brasileira publicado em Paris, após trinta anos de silêncio. A referida obra foi catalogada pela Fundação Gulbenkien e, oficialmente, colocada na Internet, pela  Embaixada do Brasil, em Paris. 

Deixe uma resposta