Tudo sobre investimentos

A infraestrutura

O que é infraestrutura?

O termo infraestrutura refere-se aos sistemas físicos básicos de uma empresa, região ou nação. Esses sistemas tendem a ser investimentos intensivos em capital e de alto custo, e são vitais para o desenvolvimento econômico e a prosperidade de um país. Em termos econômicos, a infraestrutura geralmente envolve a produção de bens públicos ou processos de produção que sustentam os monopólios naturais. Exemplos de infraestrutura incluem sistemas de transporte, redes de comunicação, esgoto, água e sistemas elétricos. Projetos relacionados a melhorias de infraestrutura podem ser financiados de forma pública, privada ou por meio de parcerias público-privadas.

Principais conclusões

  • Infraestrutura são os sistemas básicos que sustentam a estrutura da economia.
  • Exemplos de infraestrutura incluem instalações de transporte, redes de telecomunicações e abastecimento de água.
  • A infraestrutura de grande escala é geralmente produzida pelo setor público ou monopólios regulados publicamente
  • Muitas vezes, a infraestrutura pode ser produzida em menor escala por empresas privadas ou por meio de ações coletivas locais.
  • O investimento em infraestrutura tende a ser menos volátil do que algumas outras classes de ativos e às vezes é procurado como um investimento.
1:27

A infraestrutura

Entendendo a infraestrutura

Aplicável a estruturas organizacionais de grande e pequena escala, a infraestrutura inclui uma variedade de sistemas e estruturas, desde que sejam necessários componentes físicos. Por exemplo, a rede elétrica de uma cidade, estado ou país é infraestrutura baseada nos equipamentos envolvidos e na intenção de prestar um serviço às áreas que suporta.

O cabeamento físico e os componentes que compõem a rede de dados de uma empresa que opera em um local específico também são a infraestrutura do negócio em questão, pois são necessários para dar suporte às operações do negócio.

Como a infraestrutura geralmente envolve a produção de bens públicos ou bens que se prestam à produção por monopólios naturais, é típico ver financiamento público, controle, supervisão ou regulamentação de infraestrutura. Isso geralmente toma a forma de produção direta do governo ou produção por um monopólio estritamente regulamentado, legalmente sancionado e muitas vezes subsidiado.

A infraestrutura também pode frequentemente assumir as características de bens de clube ou bens produzidos mais prontamente por monopólios localizados quando se trata de escalas muito menores. Como tal, pode ser fornecido no contexto de uma empresa privada que produz infraestrutura para uso dentro da empresa ou fornecido por arranjos localizados de ação coletiva formal ou informal.

Em 15 de novembro de 2021, o presidente Joe Biden assinou a Lei de Empregos e Investimentos em Infraestrutura, que aloca US$ 1,2 trilhão para financiar a reconstrução de estradas, pontes, infraestrutura hídrica, internet e muito mais. Isso inclui US$ 110 bilhões em estradas, pontes e grandes projetos, bem como US$ 39 bilhões em transporte público, US$ 7,5 bilhões em infraestrutura de veículos elétricos e US$ 65 bilhões para garantir que todos os americanos tenham acesso confiável à Internet de alta velocidade.

Considerações Especiais

O termo infraestrutura apareceu pela primeira vez em uso no final da década de 1880. A palavra vem do francês, com infra-significando abaixo e estrutura significando construção. A infraestrutura é a base sobre a qual a estrutura da economia é construída – muitas vezes literalmente.

Em 1987, um painel do Conselho Nacional de Pesquisa dos EUA adotou o termo “infraestrutura de obras públicas” para se referir a modos funcionais, incluindo rodovias, aeroportos, telecomunicações e abastecimento de água, bem como os sistemas combinados que esses elementos compõem. 

A seguir estão algumas das classificações de infraestrutura.

Infraestrutura de TI

Muitos sistemas técnicos são frequentemente chamados de infraestruturas, como equipamentos de rede e servidores, devido à função crítica que fornecem em ambientes de negócios específicos. Sem a infraestrutura de tecnologia da informação (TI), muitas empresas lutam para compartilhar e mover dados de uma maneira que promova a eficiência no local de trabalho. Se a infraestrutura de TI falhar, muitas funções de negócios não poderão ser executadas.

Infraestrutura como uma classe de ativos

A infraestrutura também é uma classe de ativos que tende a ser menos volátil do que as ações no longo prazo e oferece um rendimento mais alto. Como resultado, algumas empresas e pessoas físicas gostam de investir em fundos de infraestrutura por suas características defensivas, como fundos envolvidos em transporte ou infraestrutura hídrica.

Investimento Privado em Infraestrutura Pública

Às vezes, as empresas privadas optam por investir no desenvolvimento da infraestrutura de um país como parte de um esforço de expansão dos negócios. Por exemplo, uma empresa de energia pode construir oleodutos e ferrovias em um país onde deseja refinar petróleo. Esse investimento pode beneficiar tanto a empresa quanto o país.

A Cintra celebrou um contrato de arrendamento de 99 anos com a cidade de Chicago em 2004 para operar e manter a Chicago Skyway Bridge. Como parte do acordo, Cintra recebe toda a receita de pedágio e concessão gerada pela ponte, enquanto a cidade se beneficia de uma injeção de dinheiro de US$ 1,82 bilhão e não é mais responsável pela manutenção da ponte.

Os indivíduos também podem optar por financiar melhorias em certas partes da infraestrutura pública. Por exemplo, um indivíduo pode financiar melhorias em hospitais, escolas ou esforços locais de aplicação da lei.

Tipos de infraestrutura

Existem vários tipos diferentes de infraestrutura. Listamos algumas das categorias mais comuns abaixo.

Infraestrutura leve

A infraestrutura leve compõe as instituições que ajudam a manter a economia. Geralmente requer capital humano e ajuda a fornecer certos serviços à população. Os exemplos incluem o sistema de saúde, instituições financeiras, sistemas governamentais, aplicação da lei e sistemas educacionais.

Infraestrutura rígida

Esse tipo de infraestrutura compõe os sistemas físicos que tornam necessário o funcionamento de uma nação moderna e industrializada. Exemplos incluem estradas, rodovias, pontes, bem como o capital/ativos necessários para torná-los operacionais (ônibus de trânsito, veículos, plataformas de petróleo/refinarias). 

Infraestrutura crítica

Esse tipo de infraestrutura é composto por ativos que são definidos por um governo como essenciais ao funcionamento de uma sociedade e economia, como instalações de abrigo e aquecimento, telecomunicações, saúde pública, agricultura, etc. Nos Estados Unidos, existem agências responsáveis ​​por essas infraestruturas críticas, como a Segurança Interna, o Departamento de Energia e o Departamento de Transportes.

Além dos setores citados, a infraestrutura inclui serviços de destinação de resíduos, como coleta de lixo e lixões locais. Certas funções administrativas, muitas vezes cobertas por vários órgãos governamentais, também são consideradas parte da infraestrutura. Instalações educacionais e de saúde também podem ser incluídas, juntamente com funções específicas de pesquisa e desenvolvimento (P&D) e instalações de treinamento necessárias.

Deixe o seu comentário
Nome
E-mail
Comente