Tudo sobre investimentos

Acionista majoritário

O que é um acionista majoritário?

Um acionista majoritário é uma pessoa ou entidade que possui e controla mais de 50% das ações em circulação de uma empresa. Como acionista majoritário, uma pessoa ou entidade operacional tem uma influência significativa sobre a empresa, especialmente se suas ações forem ações com direito a voto. As ações com direito a voto dão ao acionista permissão para votar em diferentes decisões corporativas, como quem deve estar no conselho de administração da empresa.

Quando um acionista majoritário possui ações com direito a voto, a pessoa ou entidade pode ter influência significativa sobre a direção da empresa.

Principais conclusões

  • Um acionista majoritário é uma pessoa ou entidade que detém mais de 50% das ações de uma empresa.
  • Se o acionista majoritário detiver ações com direito a voto, ele pode ditar a direção da empresa por meio de seu poder de voto, porque as ações com direito a voto dão ao acionista permissão para votar em diferentes decisões corporativas, como quem deve estar no conselho de administração da empresa. 
  • A exceção ao poder de voto dos acionistas majoritários é se uma supermaioria for necessária para uma questão de votação específica, ou se determinados estatutos da empresa restringirem o poder do acionista majoritário.

Entendendo o Acionista Majoritário

Um acionista majoritário é muitas vezes o fundador da empresa. No caso de empresas de longa data, o acionista majoritário também pode ser descendente do fundador. Ao controlar mais da metade da participação com direito a voto, o acionista majoritário é um importante stakeholder e influenciador nas operações de negócios e na direção estratégica da empresa. Por exemplo, pode estar em seu poder substituir os diretores ou o conselho de administração de uma corporação.

No entanto, nem todas as empresas têm acionista majoritário, sendo mais comum as empresas privadas terem acionistas majoritários do que as empresas públicas.

Para as empresas que têm um acionista majoritário Também é verdade que o papel do acionista majoritário pode ser muito diferente de uma empresa para outra. Alguns permanecem muito envolvidos nas operações diárias, enquanto outros deixam a gestão para os executivos da empresa. O acionista majoritário de uma empresa pode ou não ser membro da alta administração, como o diretor executivo (CEO). Este cenário é mais provável em uma empresa menor com um número limitado de ações.

Em empresas maiores, como aquelas com capitalização de mercado na casa dos bilhões de dólares, os investidores da empresa podem incluir outras instituições que detêm um número maior de ações.

Principais conclusões

  • Um acionista majoritário é uma pessoa ou entidade que detém mais de 50% das ações de uma empresa.
  • Se o acionista majoritário tiver ações com direito a voto, ele ditará a direção da empresa por meio de seu poder de voto.
  • A exceção ao poder de voto dos acionistas majoritários é se uma supermaioria for necessária para uma questão de votação específica, ou se determinados estatutos da empresa restringirem o poder do acionista majoritário.

Acionistas Majoritários e Compras

Os acionistas majoritários que buscam sair de um negócio ou diluir sua posição podem fazer aberturas para seus concorrentes ou para empresas de private equity, com o objetivo de vender sua participação ou toda a empresa com lucro.

Para que uma aquisição ocorra, uma entidade externa deve adquirir mais de 50% das ações em circulação de uma empresa-alvo, ou ter os votos de pelo menos 50% dos atuais acionistas que votarão a favor da aquisição. Uma compra é a aquisição de uma participação de controle em uma empresa. É normalmente usado como sinônimo do termo aquisição.

Mesmo que um acionista majoritário detenha mais da metade das ações da empresa, ele pode não ter autoridade para autorizar uma aquisição sem suporte adicional, dependendo do estipulado no estatuto da empresa. Nos casos em que uma supermaioria é necessária para uma compra, o acionista majoritário pode ser o único fator decisivo (mas apenas nos casos em que detêm ações suficientes para atender ao requisito de supermaioria e os acionistas minoritários não têm direitos adicionais para bloquear o esforço).

Os direitos dos acionistas minoritários podem incluir a declaração de uma ação derivada ou fraude. Essas ações bloqueiam efetivamente a conclusão de uma compra. Se os acionistas minoritários acreditarem que os termos da aquisição são injustos e desejarem sair do negócio visado, eles podem exercer o direito de retirada. Isso permite que um tribunal determine se o preço de uma ação oferecida é justo. Se a oferta for, de fato, considerada injusta, o tribunal também pode obrigar a empresa que iniciou a compra a oferecer um preço especificado.

Exemplo de acionista majoritário

Os acionistas majoritários geralmente são empresas que possuem participação majoritária em muitas empresas. Por exemplo, a empresa Berkshire Hathaway, da qual Warren Buffett é o CEO, tem participação majoritária em muitas outras empresas.

A Berkshire Hathaway é acionista majoritária de outras empresas. Mas a própria Berkshire Hathaway também tem acionistas. No entanto, a Berkshire Hathaway não possui um acionista majoritário.

Como a maioria das empresas que têm acionistas majoritários é muito pequena, não há muitas empresas familiares ou conhecidas que tenham um acionista majoritário (porque essas empresas tendem a ser maiores). Uma exceção é a Dell Technologies Inc. De acordo com um pedido da Dell Technologies Proxy em maio junto à Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos, Micheal Dell controla cerca de metade do patrimônio da empresa (52%).

Deixe o seu comentário
Nome
E-mail
Comente