Tudo sobre investimentos

Acionista Principal

Categorias relacionadas

O que é um acionista principal?

Um acionista principal é uma pessoa ou entidade que detém 10% ou mais das ações com direito a voto de uma empresa. A empresa pode ser privada ou negociada publicamente, o que significa que as ações são negociadas em uma bolsa aberta, como a Bolsa de Valores de Nova York (NYSE). Um acionista principal é diferente de um acionista majoritário ou acionista majoritário, que é uma pessoa ou entidade que detém 50% ou mais das ações com direito a voto de uma empresa.

Os principais acionistas estão sujeitos a regras especiais de arquivamento da Securities and Exchange Commission (SEC) que se referem ao uso de informações privilegiadas. Os investidores geralmente monitoram a atividade de negociação dos principais acionistas, pois pode ser uma indicação do desempenho financeiro da empresa.

Principais conclusões

  • Um acionista principal é uma pessoa ou entidade que detém 10% ou mais das ações com direito a voto de uma empresa.
  • Os principais acionistas têm influência significativa sobre uma empresa, permitindo-lhes votar na nomeação do (CEO) e do conselho de administração. 
  • Um acionista principal é diferente de um acionista majoritário, que é uma pessoa ou entidade que detém 50% ou mais das ações de uma empresa.
  • Os principais acionistas estão sujeitos a regras especiais de arquivamento da Securities and Exchange Commission (SEC) que se referem ao uso de informações privilegiadas.

Entendendo um Acionista Principal

Um acionista principal é uma pessoa que, direta ou indiretamente, possui ou controla mais de 10% de qualquer classe de ações com direito a voto ou valores mobiliários de uma empresa. O acionista principal tem autoridade para votar usando essas ações com direito a voto. Como resultado, um acionista principal tem uma quantidade significativa de influência sobre a empresa.

Os principais acionistas também podem influenciar outros investidores comprando ou vendendo participação nas ações da empresa. Por exemplo, se o principal acionista fizer um investimento adicional considerável na empresa, isso pode indicar que ela está tendo um bom desempenho. Por outro lado, se um acionista principal vender uma quantidade significativa de ações da empresa, isso pode levar outros investidores a vender suas ações, pois podem esperar que o desempenho financeiro da empresa esteja se deteriorando. Um acionista principal também pode ser conhecido como um acionista principal.

Conselho Administrativo

As ações com direito a voto de um acionista principal permitem que o acionista vote em quem deve ser o CEO (CEO) ou quem faria parte do conselho de administração da empresa.

Um conselho de administração é um grupo de indivíduos que são eleitos para representar os acionistas. Normalmente, o conselho tem a tarefa de nomear o CEO ou a gerência executiva da empresa e estabelecer políticas de governança corporativa. Todas as empresas de capital aberto devem ter um conselho de administração e algumas empresas privadas e sem fins lucrativos também têm um conselho. 

Principais Acionistas na Administração

Em alguns casos, pode haver mais de um acionista principal e a lista pode incluir o CEO, Presidente ou fundador. Isso é comum, pois o indivíduo ou família que fundou a empresa pode insistir em manter algum controle sobre as ações da empresa, permitindo-lhe ditar os rumos dos negócios.

Requisitos dos Acionistas Principais

Um acionista principal é considerado um insider de negócios pela Securities and Exchange Commission (SEC) devido à sua grande participação na empresa, que é superior a 10% das ações com direito a voto.

Relatório de transações

Como resultado do status de insider de negócios, a Securities and Exchange Commission (SEC) exige que os principais acionistas apresentem relatórios à SEC sobre qualquer compra e venda de suas ações dentro de dois dias úteis da atividade. Esse requisito se enquadra na Seção 16 do Exchange Act e destina-se a ajudar a rastrear atividades suspeitas de negociação com informações privilegiadas.

As regras exigem que os insiders relatem muitas transações de títulos patrimoniais à SEC dentro de dois dias úteis. Os principais acionistas são obrigados a arquivar a maioria de suas transações por meio da SEC por meio de uma Declaração Inicial de Titularidade Efetiva (Formulário 3 da SEC), Declaração de Mudanças na Titularidade Efetiva (Formulário 4 da SEC) e a Declaração Anual de Mudanças na Titularidade Efetiva (Formulário SEC 5).

Venda a descoberto

Os principais acionistas estão proibidos de vender a descoberto ações ou valores mobiliários da empresa, conforme estipulado na Seção 16 do Exchange Act. A venda a descoberto é o processo de emprestar títulos de um corretor e depois vendê-los no mercado aberto, com a expectativa de que o preço das ações caia. Uma vez que o preço tenha caído, o vendedor a descoberto compraria as ações ao preço mais baixo de mercado e ganharia um ganho líquido.

Acionista Principal vs. Acionista Majoritário

Enquanto um acionista principal detém 10% das ações, um acionista majoritário é uma pessoa ou entidade que possui e controla mais de 50% das ações em circulação de uma empresa. Em alguns casos, um acionista majoritário é o fundador da empresa ou um descendente do fundador dentro de uma empresa familiar.

Um acionista majoritário tem muito mais influência sobre uma empresa do que um acionista principal, principalmente se as ações forem ações com direito a voto. Em outras palavras, quando um acionista majoritário tem direito a voto, ele pode impactar significativamente a direção da empresa. Como o acionista majoritário tem mais de 50% de participação, ele pode substituir o CEO, a equipe de gerenciamento ou os membros do conselho.

Companhias privadas

No entanto, nem todas as empresas têm um acionista principal ou majoritário. Normalmente, uma empresa privada – o que significa que não possui ações negociadas publicamente – seria a mais provável de ter um acionista majoritário. Além disso, alguns acionistas majoritários ou principais podem não estar envolvidos nas operações diárias do negócio. Por exemplo, os membros da família de uma empresa podem possuir uma quantidade significativa de ações, mas permitir que executivos nomeados com mais experiência nesse setor gerenciem a empresa.

Responsabilidades

Com qualquer propriedade ou influência significativa sobre uma empresa, esses indivíduos têm a responsabilidade de agir no melhor interesse dos outros acionistas. Em outras palavras, eles devem agir de boa fé, não se envolver em atividades fraudulentas e aplicar os ativos e o dinheiro da empresa de forma adequada.

A linha inferior

Um acionista principal é uma pessoa ou entidade que detém 10% ou mais das ações com direito a voto de uma empresa. Como resultado, eles podem influenciar a direção de uma empresa votando em quem se torna CEO ou faz parte do conselho de administração. Nem todos os principais acionistas são ativos no processo de gestão de uma empresa. No entanto, se um acionista principal exercer influência, as ações devem ser no melhor interesse da corporação e dos demais acionistas.

Deixe o seu comentário
Nome
E-mail
Comente