Quem Somos

Em 2005, foi criada a Editora Novo Horizonte, idealizada pela escritora Lourdes Nicácio pretendendo publicar sua produção literária com o seu próprio selo, Novo horizonte. O nome trata-se de uma homenagem ao sonetista Waldemar Lopes e sua fazenda de infância, banhada pelo rio Piranji, no município de Quipapá-PE. Um amigo incentivador das letras, que promovia saraus poéticos com amigos intelectuais em sua residência, os “Sabalopes”.

A Editora foi encerrada em 2014. No ano de 2015, a jornalista Raphaela Nicácio torna-se empreendedora com novo selo – Edições Novo Horizonte – dando continuidade aos projetos de edições e produções de livros e revistas. Dentre os serviços prestados, também é oferecida assessoria de imprensa a escritores, instituições e eventos.

Lourdes Nicácio e Silva
Editora

E-mail: lourdesnicacio10@bol.com.br

Professora, escritora, poeta, editora. Formação em Letras com pós-graduação. Seus livros, estudados nas escolas e universidades, renderam prêmios em Pernambuco e no Rio de Janeiro, homenagens e atividades como peças de teatro na Faculdade São Miguel e monografia na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), além de Troféu no I Congresso de Literatura Brasileira/Secretaria de Educação de Pernambuco.  Foi homenageada pela Associação de Imprensa de Pernambuco com o Diploma Mulheres que Mudaram a História de Pernambuco e em 2015, com o Troféu Mulher Valorosa do Brasil pela Academia de Letras e Artes do Nordeste – Alagoas.

Livros publicados: “O Lavrador e o Templo” (poesia), “Cantos da Ordem do Sol” (poesia), “Ritmo das Águas Vivas” (poesia), “Ocultos na Paisagem” (poesia), “Almeida Cunha” (ensaio), “O Rio, Canabrava e os Homens” (contos), “Os caminhos da Palavra” (gramática e literatura), “Sobreviventes” (contos), “Caminhos das Águas ao Sol” (poesia) e “Os dois mundos  de  Madalena”, romance adotado pela Rede Pública de Pernambuco/ Secretaria de Educação do Estado. Organizou a obra completa do poeta Audálio Alves e a do professor João Suassuna de Melo Sobrinho, além de várias antologias com outros autores como “Antologia das Águas”, “Lendas do Nordeste”, “Planeta feito Quintal”, “Paisagens da Memória”, entre outras.

Votos de Congratulações: da Assembleia Legislativa de Pernambuco, do Conselho Municipal de Cultura e da Academia Pernambucana de Letras. Idealizou e coordenou, em parceria com a acadêmica Maria do Carmo Barreto Campello de Melo,  o Programa  Academia Escolas da Academia Pernambucana de Letras (1982-1990).

Raphaela Nicácio da Silva Lopes
Editora

E-mail: raphaelanicacio@gmail.com

Graduada em Jornalismo pelas Faculdades Integradas Barros Melo – AESO e em Letras – Habilitação em Língua Portuguesa pela Universidade Estácio de Sá. Pós-graduada em Jornalismo Cultural pela Universidade Católica de Pernambuco – UNICAP. 

Agraciada com Menção Honrosa nos concursos: “Prêmio Nacional de Redação Assis Chateaubriand” (1997. Participou com outros 5 mil estudantes do Brasil, sendo a única selecionada em Pernambuco) e no “Prêmio Elita Ferreira – Literatura Infantil”  da Academia Pernambucana de Letras (2014). É autora do livro infantojuvenil “Seu Joaquim e Dona Maria, os famosos contadores de histórias do Vale do São Francisco”. Organizou com outros autores os livros “Antologia das Águas” e “Lendas do Nordeste”. Participou com textos de sua autoria nas antologias “Paisagem da Memória” e “Belém – Raízes, Flores e Frutos”.

Idealizou e dirigiu o Portal do Escritor Pernambucano, site que foi parceiro do Jornal do Commercio online. Foi repórter na Rádio Evangélica FM, nas revistas Movimento e Fácil Nordeste – Turismo e Lazer. Trabalhou como professora universitária na FANIP – Faculdade Núcleo de Integração Profissional e como Assessoria de Comunicação/ Imprensa de Congressos Internacionais na área de saúde e em vários órgãos, a exemplo do Tribunal de Contas de Pernambuco,  do Colégio Americano Batista, da Biblioteca Pública do Estado e da Academia Pernambucana de Letras, instituição esta que lhe concedeu Diploma de Honra ao Mérito, em 2015,  por seus serviços prestados.

Recebeu, ainda, o Diploma de Personalidade Pernambucana/Revelação Cultural, pela Associação de Imprensa de Pernambuco – AIP, em 1997. Votos de Congratulações: da Câmara Municipal de Belém do São Francisco, 1997 e da  Câmara Municipal do Recife, 2014. Tem trabalhos publicados em antologias, jornais, sites, vários veículos. Foi jornalista responsável da Revista de Literatura Novo Horizonte.